Entrar
Hortolândia

Hortolândia

Radares começam a funcionar no dia 20 de janeiro em Hortolândia

A partir do dia 20 de janeiro de 2019, os radares controladores de velocidade entram em operação em Hortolândia. O objetivo da Prefeitura é ampliar a segurança viária e salvar vidas. De acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana, a velocidade máxima permitida será de 50 km/h. A necessidade de implantação de radares foi constatada pela Administração após estudo que apontou alto índice de acidentes com mortes no trânsito da cidade (veja texto abaixo).

Ao todo serão 38 pontos de radares em funcionamento, em dez vias da cidade: avenidas da Emancipação, Olívio Franceschini, Santana, São Francisco de Assis, Thereza Ana Cecon Breda, Brasil (Jd. Amanda), Estrada Municipal Sabina Batista de Camargo (Estrada da Granja) e ruas Augusto dos Anjos (Jd. Amanda), Luiz Camilo de Camargo (principal rua do comércio) e Otaviano de Figueiredo Breda (bairro Adventista Campineiro).

Para serem instalados e passar a operar, os radares já receberam aferição do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia).

Em parceria com a Polícia Militar, a Administração realizou um estudo contínuo dos acidentes de trânsito registrados na cidade. Dados de janeiro a julho deste ano apontam que os acidentes com morte não apresentaram queda, se comparados ao mesmo período do ano passado: em 2017, foram 18 mortes; em 2018, foram 17 no mesmo período.

Durante o período de teste dos aparelhos, realizado entre agosto e setembro deste ano, Hortolândia não registrou mortes por acidentes de trânsito nas vias da cidade. “Isso significa que a implantação dos radares é uma medida importante para a segurança de pedestres e motoristas. Queremos Hortolândia com um trânsito cada vez mais seguro e a instalação destes dispositivos serve justamente para isso”, observa o secretário de Mobilidade Urbana, Atílio André Pereira.

No período de teste de radares, foram monitoradas as velocidades de 115.208 veículos que trafegaram nas avenidas Ana Thereza Cecon Breda, na Vila Real, e Olívio Franceschini. Deste total, 4.757 veículos foram flagrados acima da velocidade permitida. Parte deles, em velocidade de até 119 km/h, segundo balanço divulgado pela Secretaria de Mobilidade Urbana.

AÇÕES

Além da instalação dos radares, a Prefeitura reforça a sinalização de trânsito em ruas movimentadas e perto de escolas por meio da parceria com o Detran (Departamento Estadual de Trânsito). Também realiza atividades de educação para o trânsito. Recentemente, a Administração instalou painéis eletrônicos móveis, um na avenida da Emancipação e outro na avenida Santana, que exibem, por meio de luzes de LED na cor laranja, mensagens de orientação para motoristas.

Radares começam a funcionar no dia 20 de janeiro em Hortolândia

A partir do dia 20 de janeiro de 2019, os radares controladores de velocidade entram em operação em Hortolândia. O objetivo da Prefeitura é ampliar a segurança viária e salvar vidas. De acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana, a velocidade máxima permitida será de 50 km/h. A necessidade de implantação de radares foi constatada pela Administração após estudo que apontou alto índice de acidentes com mortes no trânsito da cidade (veja texto abaixo).

Ao todo serão 38 pontos de radares em funcionamento, em dez vias da cidade: avenidas da Emancipação, Olívio Franceschini, Santana, São Francisco de Assis, Thereza Ana Cecon Breda, Brasil (Jd. Amanda), Estrada Municipal Sabina Batista de Camargo (Estrada da Granja) e ruas Augusto dos Anjos (Jd. Amanda), Luiz Camilo de Camargo (principal rua do comércio) e Otaviano de Figueiredo Breda (bairro Adventista Campineiro).

Para serem instalados e passar a operar, os radares já receberam aferição do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia).

Em parceria com a Polícia Militar, a Administração realizou um estudo contínuo dos acidentes de trânsito registrados na cidade. Dados de janeiro a julho deste ano apontam que os acidentes com morte não apresentaram queda, se comparados ao mesmo período do ano passado: em 2017, foram 18 mortes; em 2018, foram 17 no mesmo período.

Durante o período de teste dos aparelhos, realizado entre agosto e setembro deste ano, Hortolândia não registrou mortes por acidentes de trânsito nas vias da cidade. “Isso significa que a implantação dos radares é uma medida importante para a segurança de pedestres e motoristas. Queremos Hortolândia com um trânsito cada vez mais seguro e a instalação destes dispositivos serve justamente para isso”, observa o secretário de Mobilidade Urbana, Atílio André Pereira.

No período de teste de radares, foram monitoradas as velocidades de 115.208 veículos que trafegaram nas avenidas Ana Thereza Cecon Breda, na Vila Real, e Olívio Franceschini. Deste total, 4.757 veículos foram flagrados acima da velocidade permitida. Parte deles, em velocidade de até 119 km/h, segundo balanço divulgado pela Secretaria de Mobilidade Urbana.

AÇÕES

Além da instalação dos radares, a Prefeitura reforça a sinalização de trânsito em ruas movimentadas e perto de escolas por meio da parceria com o Detran (Departamento Estadual de Trânsito). Também realiza atividades de educação para o trânsito. Recentemente, a Administração instalou painéis eletrônicos móveis, um na avenida da Emancipação e outro na avenida Santana, que exibem, por meio de luzes de LED na cor laranja, mensagens de orientação para motoristas.

Suspeito de roubar celular de garota é linchado no Parque Peron, e m Hortolândia

Um rapaz suspeito de ter roubado o telefone celular de um adolescente foi linchado e encontrado desacordado por guardas municipais de Hortolândia na tarde desta quarta-feira (21/02/18).

O caso ocorreu no Parque Peron.

Segundo a Polícia Militar, o suspeito teria invadido uma residência e roubado o celular de uma garota de 12 anos, que estava sozinha no imóvel. A menina não se feriu. Na fuga, ele foi contido e linchado por vizinhos da vítima, que fugiram.

A Guarda Municipal foi acionada e encontrou o suspeito desacordado. O Serviço de Atendimento de Urgência Móvel (Samu) foi acionado e encaminhou o rapaz à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jardim Rosolem.

Após ser atendido pelos funcionários da UPA, o suspeito foi escoltado pela Guarda Municipal até o 1º Distrito Policial da cidade, onde a ocorrência foi registrada. De acordo com a PM, o aparelho da vítima foi recuperado.

 

Fonte: G1 Campinas (https://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/suspeito-de-roubar-celular-de-garota-e-linchado-no-parque-peron-em-hortolandia.ghtml)
Marcado sob

Corinthians paga dívida por zagueiro que não joga há um ano e encerra briga na Justiça

Foi extinto, na última semana, o processo que a Sociedade Esportiva Vitória, mais conhecida como SEV Hortolândia, movia contra o Corinthians em virtude do não pagamento de R$ 300 mil pela contratação do zagueiro Vilson – afastado dos gramados há mais de um ano, desde o início de 2017.

A última parcela da dívida foi quitada ao final do último ano, e o processo encerrado na sexta-feira passada. No total, com juros, o Corinthians teve que pagar R$ 360 mil ao clube que é ligado ao empresário Fernando Garcia, um dos mais influentes nos bastidores alvinegros atualmente.

Ao contratar Vilson, que estava emprestado pelo Hortolândia, o Corinthians acertou o pagamento de R$ 500 mil por 50% de seus direitos econômicos, em cinco parcelas, que seriam quitadas entre julho e novembro de 2016. A partir de agosto, porém, o compromisso deixou de ser cumprido.

O Hortolândia chegou a cobrar o Corinthians em janeiro de 2017, quando o valor chegava a R$ 322 mil com correções. A questão foi levada à Justiça em maio e, em julho, as partes se acertaram.

O Corinthians acordou com o clube do interior de São Paulo o pagamento de R$ 360 mil, em seis parcelas mensais de R$ 60 mil, sendo a primeira com vencimento em 31 de julho de 2017 e a última também no dia final de dezembro. Com o compromisso honrado, o processo foi extinto.

Vilson está afastado dos gramados desde fevereiro de 2017, quando entrou em campo pela última vez em amistoso contra a Ferroviária. Com uma lesão no joelho esquerdo, ele não fez nenhuma partida oficial na última temporada e ainda não ficou à disposição de Fábio Carille em 2018.

O zagueiro, de 29 anos, passou por uma artroscopia em março de 2017, para corrigir um antigo problema de cartilagem. Depois do procedimento, chegou a treinar com bola, mas a recuperação não avançou. Nas últimas férias, seguiu trabalhando, mas ainda não está pronto para voltar.

Fonte: ESPN Brasil (http://www.espn.com.br/futebol/artigo/_/id/4003086/corinthians-paga-divida-por-zagueiro-que-nao-joga-ha-um-ano-e-encerra-briga-na-justica)
Marcado sob

Golpe da Febre Amarela

Secretaria de Saúde não faz agendamento da vacina por telefone; imunização é oferecida mediante senha, entregue pessoalmente nos locais de vacinação

 

A Prefeitura de Hortolândia orienta a população a não informar dados pessoais ou bancários para supostos profissionais da saúde em abordagens por ligação telefônica, uma vez que há relatos de moradores que receberam falsos telefonemas com oferta de agendamento da vacina contra Febre Amarela.

 

A Secretaria de Saúde explica que não precisa de agendamento para nenhuma vacina. Para a vacina contra Febre Amarela, especificamente, as doses são disponibilizadas mediante entrega de senhas, nas unidades de saúde, na data da vacinação. Qualquer ligação suspeita deve ser comunicada às autoridades competentes.

 

Quem ainda não se vacinou contra Febre Amarela, pode ir a unidade de saúde mais próxima de casa e garantir a proteção, que vale pela vida toda. A cada dia da semana, uma unidade diferente realiza a vacinação (os horários podem ser conferidos abaixo). Para ser vacinado, é preciso levar carteira de vacinação e comprovante de endereço ou documento que comprove vínculo de emprego na cidade. Crianças menores de nove meses, mães que amamentam, gestantes e idosos, além de pessoas com baixa imunidade, não devem ser vacinadas, com exceção daquelas que receberam orientação médica para isso. Desde janeiro, mais de oito mil pessoas foram vacinadas em Hortolândia. Neste ano, a Prefeitura registrou duas notificações de Febre Amarela, sendo que ambas foram descartadas após exames.

 

Histórico

 

A proteção contra Febre Amarela sempre foi oferecida, gratuitamente, na rede pública de saúde, sendo prioritária para pessoas que viajam para áreas onde há transmissão da doença. Em abril de 2017, a GVE (Gerência de Vigilância Epidemiológica) classificou Hortolândia como área de risco ampliado, com a recomendação de que toda a população da cidade seja vacinada. Em outubro, durante a Campanha Nacional de Multivacinação, doses contra Febre Amarela foram disponibilizadas também no final de semana da ação. Neste ano, a oferta da vacina foi ampliada às USFs, uma vez que até o final de 2017 somente as cinco UBSs ofereciam a imunização.

 

Unidade de Saúde

Horário de funcionamento da sala de vacina

UBS Rosolen

Segunda-feira 8h às 12h

USF São Jorge

Segunda-feira 7h30 às 11h30

USF Orestes Ongaro

Segunda-feira 7h30 às 11h30

UBS Novo Ângulo

Terça-feira 8h às 12h

USF São Bento

Terça-feira 7h30 às 11h30

USF Pq. do Horto

Terça-feira 8h às 12h

UBS Santa Clara

Quarta-feira 8h às 12h

USF Adelaide

Quarta-feira 7h30 às 11h30

USF Nova Europa

Quarta-feira 7h30 às 11h30

USF São Sebastião

Quarta-feira 7h30 às 11h30

UBS Nova Hortolândia

Quinta-feira 8h às 12h

USF Ghiraldelli

Quinta-feira 7h30 às 11h30

USF Santiago

Quinta-feira 7h30 às 11h30

UBS Amanda

Sexta-feira 8h às 12h

USF Amanda

Sexta -feira 7h30 às 11h30

USF Santa Esmeralda

Sexta -feira 7h30 às 11h30

 
Marcado sob

PAT: vagas de emprego - 20/02/18

PAT tem vagas para consultor de vendas, vigilante e operador de negócios
 
Interessados devem comparecer ao Posto de Atendimento ao Trabalhador, no prédio do HORTOFÁCIL, Centro
 
Os profissionais que precisam se recolocar no mercado de trabalho devem passar no PAT (Posto de Atendimento ao Trabalhador) para participar do processo seletivo nas áreas de consultor de vendas (10 vagas), vigilante (2 vagas) e operador de negócios (4 vagas). Os interessados podem comparecer na unidade com carteira de trabalho, RG, CPF e cartão do PIS para a retirada da carta de encaminhamento. O PAT fica na rua Argolino de Moraes, 405, no prédio do HORTOFÁCIL, Centro, Vila São Francisco.
 
O emprego para consultor de vendas exige formação no Ensino Médio. O profissional terá a responsabilidade de trabalhar com uma carteira contendo 25 clientes no ramo de prédios/condomínios no formato porta a porta, em uma região preestabelecida para vendas de produtos de internet banda larga e pacotes de TV com imagem de fibra ótica, positivar os prédios com material de divulgação, além de manter e cumprir uma agenda de plantões. A entrevista acontece nesta sexta-feira (23/02), a partir das 10h. O salário oferecido é de R$ 977,78, mais ajuda de custo no valor de R$ 470.
 
O contratado para a função de vigilante deve ter cursado o Ensino Médio e ter concluído o curso de reciclagem de vigilante atualizado. Ele será encarregado de vigiar o patrimônio, áreas públicas e privadas com objetivo de prevenir, controlar e combater delitos, além de auxiliar na área de portaria quando for solicitado. Uma das empresas contratantes solicita que o empregado possua CNH (Carteira Nacional de Habilitação) para dirigir na categoria B e ter conhecimento em informática. As seleções acontecem nesta quarta-feira (21/01) e na sexta-feira (23/02), a partir das 10h. A remuneração é de R$ 1.486,40.
 
O contratado para o cargo de operador de negócios precisa ter cursado o Ensino Médio e possuir CNH (Carteira Nacional de Habilitação) para dirigir na categoria A ou B. O diferencial para disputar a vaga é de que o candidato tenha noções como vendedor de crédito consignado do Banco Santander, em vendas de telemarketing. O profissional também terá de visitar setores públicos da cidade e da região, cujo objetivo é atingir metas e comissão na área comercial, em vendas ativas e vendas por telemarketing. A entrevista será na quinta-feira (22/02), às 14h. O valor pago é de R$ 1.215, mais comissão, premiações e ajuda de custo no vale-transporte.
Marcado sob

IPTU pode ser impresso na internet

Vencimento da parcela única e da primeira parcela é no dia 28 deste mês

 Quem não recebeu em casa, via correio, o carnê do IPTU 2018 pode imprimir a 2ª via no site da Prefeitura, http://www2.hortolandia.sp.gov.br/.

Ao acessar o site, basta clicar em “2ª Via Impostos e Taxas Clique Aqui”, localizado no lado direito do site. O contribuinte irá para a página “Serviços ao Contribuinte”, http://smarapd.hortolandia.sp.gov.br:8080/tbw/loginWeb.jsp?execobj=ServicoHome. No menu, à esquerda, o contribuinte deve clicar em “2ª Via Carnê IPTU” e informar o número de inscrição do imóvel.

Para quem optar pelo pagamento de parcela única, o desconto será de 7%. O vencimento da parcela única ou da primeira parcela é no dia 28 deste mês. De acordo com a Secretaria de Finanças, a previsão de arrecadação do IPTU 2018 é de R$ 36.800.000,00. A Secretaria de Finanças informa que foram emitidos cerca de 60 mil carnês.

Para mais orientações e informações, o contribuinte deve procurar o Setor de Atendimento da Prefeitura, no Paço Municipal Palácio das Águas, localizado na rua José Cláudio Alves dos Santos, 585, Remanso Campineiro. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

 PEP

A Prefeitura oferece o PEP (Programa Especial de Parcelamento), aprovado em 2017, aos moradores que desejarem ficar em dia com o tributo. O programa possibilita o parcelamento de impostos de anos anteriores a 2018 em até 120 vezes.

Marcado sob

EMS de Hortolândia quer fim de folgas em final de semana

O Sindicato Químicos Unificados de Campinas e região está denunciando que a empresa de medicamentos EMS, de Hortolândia, quer reduzir drasticamente as folgas em finais de semana dos trabalhadores e trabalhadoras em duas fábricas. Com a mudança, de acordo com o Sindicato, os trabalhadores só teriam folga em um final de semana completo (sábado e domingo) a casa 45 dias.

Sob o argumento de que a legislação da reforma trabalhista (lei 13.467/2017), do governo Temer, permite acordos diretos para tratar de assuntos como a jornada, o sindicato afirma que a EMS “tem coagido trabalhadores para assinar ‘acordos de compensação de jornada’ que afetam principalmente o período de descanso”.

“Pelo ‘acordo’ proposto, as folgas aos finais de semana tornam-se raras– o que prejudica o convívio social e a saúde dos/as trabalhadores. Atualmente, os funcionários desta fábrica trabalham em sábados alternados. A proposta que a empresa apresenta, apenas a cada 45 dias o trabalhador poderá ter um final de semana inteiro de descanso (sábado e domingo). Em um ano seriam apenas oito finais de semana”, afirmam os sindicalistas.

Os funcionários da EMS Farmacêutica de Hortolândia decretaram Estado de Greve (podem realizar paralisação a qualquer momento) contra as mudanças na jornada de trabalho não aprovadas pela categoria.

Os sindicalistas afirmam ainda que a conduta da empresa é ilegal, uma vez que a jornada para os trabalhadores tem vigência até 15 de janeiro de 2019 e não poderia ser contestada. O Sindicato Químicos Unificados ressalta que notificou a EMS para “cessar o assédio para impor essa jornada ruim aos trabalhadores”.

Em Hortolândia, existem duas unidades chamadas de Fábrica 1 e Fábrica 2, que atualmente funcionam com jornadas diferentes e tem no total cerca 3 mil trabalhadores. Na Fábrica 1, são aproximadamente 1.000 trabalhadores divididos em três turnos. Já na Fábrica 2, trabalham cerca de 250 funcionários. Em 2016, a farmacêutica teve um faturamento de R$ 4,2 bilhões e há cerca de três meses investiu R$ 176 milhões na compra da empresa Galenika (farmacêutica estatal da Sérvia).

O sindicato Químicos Unificados propôs que os funcionários da empresa pudessem decidir sobre a proposta apresentada pela empresa em votação secreta, com acompanhamento do sindicato. “A empresa passou por cima da reivindicação e realizou votação sem a presença de dirigentes sindicais, em uma sala com a presença de toda a chefia. Ou seja, uma votação marcada pela coação e que influenciou o resultado favorável à empresa”, anotou o Sindicato.

Para os trabalhadores, o caso da EMS é mais um exemplo do desastre provocado pela aprovação da reforma trabalhista, que permite aos patrões forçarem todo tipo de mudanças sob a alegação de que agora a lei permite negociação direta entre patrão e trabalhadores, sem a presença do sindicato. A agência da ONU pede que o Brasil revise a reforma trabalhista.

No final de 2017, a farmacêutica Eurofarma, de Itapevi, adotou prática similar para implantação de banco de horas mesmo após rejeitarem a proposta da empresa. A implantação de banco de horas foi submetida à votação secreta na qual a maioria dos trabalhadores rejeitou a proposta por entender que traria prejuízo na qualidade de vida e também perdas financeiras. O sindicato divulgou a situação e também encaminhou denúncia ao Ministério Público de Trabalho, conseguindo o recuo da empresa.

Fonte: Carta Campinas (http://cartacampinas.com.br/2018/02/apos-reforma-trabalhista-ems-de-hortolandia-quer-fim-de-folgas-em-final-de-semana/)

Marcado sob

Prefeito e secretario São Vaiados em inauguração

Pais, alunos e usuários do serviço de Ginastica Artística de Hortolândia fizeram um protesto no dia 08 de fevereiro, na inauguração de uma escola no Jardim Rosolem (antigo CAC).
O protesto ocorre em virtude, segundo os presentes, em função da perseguição aos profissionais que desenvolviam as atividades a mais de 12 anos, de forma continua, com prêmios inclusive no exterior.

Todos os presentes foram vaiados inclusive vereadores.

Entenda o Caso:
Os pais e os alunos não aceitaram a decisão tomada de retirar a professora responsável, Lilian Sante Maria, e seu filho, Leonardo Estevão Sante Maria, que serão substituídos por cinco professores.
Lilian Sante foi realocada para a Secretaria de Educação, enquanto o filho teve cancelada a bolsa atleta de R$ 1.200 e está fora dos quadros da administração.


O problema, segundo os pais, começou na atual gestão da Secretaria de Esportes, quando a decisão foi tomada sem consultar os pais. De acordo com o consultor veicular Márcio André da Rocha, a sua filha de 10 anos, assim como outras crianças apresentaram evoluções nítidas no período em que estiveram sob a responsabilidade de Lilian.


"Eles querem colocar professores sem intimidade nenhuma com a ginástica. E é preciso contar com profissionais capacitados para ministrar as aulas e os aparelhos. É preciso afastar risco de acidentes, que podem causar fraturas", disse Márcio, que já avisou: vai retirar a filha das aulas caso a professora Lilian seja substituída. "A ginástica de Hortolândia é conhecida no mundo inteiro. O que fazem com eles é uma grande injustiça", arrematou.

Diante da irredutibilidade da administração, os pais realizaram um protesto na sessão da Câmara de Vereadores na noite de segunda, 5.

Intransigência:
O caso da Ginastica artística e só mais um diante das inúmeras denúncias de intransigência e perseguição por parte da Prefeitura Municipal de Hortolândia, em especial da Secretaria de Esporte e Cultura.
Podemos citar como os de maior repercussão a tentativa de fechamento do Centro Cultural Casa de Joana, o fechamento do Centro de Arte e Cultura do Rosolem (CAC), Mostra NaLona, entre outros, sempre com as mesmas denúncias de perseguição política.

Marcado sob

Hortolândia investiga dois casos suspeitos de febre amarela

A Prefeitura de Hortolândia (SP) confirmou, na manhã desta quarta-feira (31), que investiga dois casos suspeitos de febre amarela no município. De acordo com a administração, os dois pacientes têm “histórico recente de viagem” e mais detalhes só serão passados “caso a suspeita se confirme”. Os dois registros são os primeiros suspeitos da doença na região de Campinas em 2018.

A Secretaria de Saúde ainda informou que os pacientes não precisaram ficar internados e se recuperam em casa.

A vacina contra a doença está disponível em todas as unidades básicas de saúde do município [confira o cronograma abaixo]. Desde 2017, a Prefeitura orienta que todos os moradores se vacinem contra a febre amarela, principalmente depois de mortes de macacos infectados pelo vírus na região.

O município também está na lista do Ministério da Saúde de lugares considerados de risco para a doença. A vacina é contra-indicada para gestantes, lactantes, e bebês com menos de nove meses de idade. Uma única dose da medicação oferece proteção pela vida toda.

Veja o cronograma da vacinação:


    UBS Rosolen – segunda-feira 08h às 12h
    USF São Jorge – segunda-feira 07:30 às 11:30
    USF Orestes Ongaro – segunda-eira 07:30 às 11:30
    UBS Novo Ângulo – Terça-feira 08h às 12h
    USF São Bento - Terça-feira 07:30 às 11:30h
    PQ do Horto - Terça-feira 07:30 às 11:30
    UBS Santa Clara - Quarta-feira 8h às 12h
    USF Adelaide - Quarta-feira 7h30 às 11h30
    USF Nova Europa - Quarta-feira 7h30 às 11h30
    USF São Sebastião- Quarta-feira 7h30 às 11h30
    UBS Nova Hortolândia- Quinta-feira 8h às 12h
    USF Ghiraldelli - Quinta-feira 7h30 às 11h30
    USF Santiago - Quinta-feira 7h30 às 11h30
    UBS Amanda - Sexta-feira 8h às 12h
    USF Amanda - Sexta -feira 7h30 às 11h30
    USF Santa Esmeralda - Sexta -feira 7h30 às 11h30

Fonte: G1 Campinas (https://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/hortolandia-investiga-dois-casos-suspeitos-de-febre-amarela.ghtml)

Assinar este feed RSS

27°C

Hortolândia

Tempestades

Umidade: 70%

Vento: 16.09 km/h

  • 03 Jan 2019 34°C 22°C
  • 04 Jan 2019 26°C 22°C